· U M · B R E V E · H I S T Ó R I C O ·
O Teatro Mars é um empreendimento privado, fruto de uma visão onírica, utópica e desprendida de um casal apaixonado pelas artes cênicas.
O terreno para sua construção foi comprado em fins de 1979.
Entre projeto e construção foram oito anos de dedicação absoluta, até a inauguração no início de 1988.
Já em 1983 o projeto ganhava a premiação máxima do Instituto de Arquitetos do Brasil (Prêmio IAB).
Outros teatros contemporâneos influenciaram a concepção do Teatro Mars, notadamente o Schaubühne de Berlim, o Ircam de Paris, e o Cottesloe de Londres.

Após duas pré-estréias (o lançamento da Coleção Inverno 88 da Ellus, e o espetáculo experimental Exercício n. 1, de Bia Lessa), o Teatro estreou oficialmente com a primeira direção teatral de Hector Babenco - Fool for Love, de Sam Sheppard, com Edson Celulari, Xuxa Lopes, Antonio Caloni.
O QUE DIFERENCIA O TEATRO MARS ?
  • O piso é estanque - pode-se encher a piscina central (15 x 3,50 x -0,80) com 40.000 litros de água, com mais água cria-se um espelho dágua em toda a área cênica, como foi feito no Pantaleão de Ulysses Cruz.
  • A área de palco e platéia é modular - são 30 módulos em estrutura metálica, cada módulo sustenta 3 pranchas em madeira e aço. Estas pranchas podem ser inclinadas e abertas formando arquibancadas. A altura dos módulos é ajustável, sem limite de altura pois são compatíveis com andaimes comuns. As combinações resultantes são infinitas, encorajando devaneios cenográficos.
  • Os módulos foram projetados para uma sobrecarga de 500 Kg/m2, suficiente para suportar um ônibus em cena, como aconteceu em VocêVaiVerOQueVocêVaiVer de Gabriel Vilela. Ou uma piscina cheia, como Na Sauna de Wolf Maia.
  • Todos os parapeitos, montantes e cadeiras são desmontáveis, assim como as laterais do primeiro mezanino. Pode-se criar uma platéia que desce do mezanino direto para o palco, como no Hamlet de Ulysses Cruz.
  • Toda a alvenaria e a cobertura são estruturais, permitindo a ancoragem de cabos, roldanas, etc. Na Cena da Origem de Bia Lessa 3000 origamis trafegavam simultaneamente por todo o espaço do Teatro. Acrobacias em rapel, tecido, tirolesa, corda elástica são facilmente implementadas, como em Uma Noite e Tanto do Grupo Fratelli, em Prometeu Acorrentado de Rodrigo Mateus, nos desfiles da Ellus e Marcia Pinheiro, e nas atuais performances do Rafa. Ou na apresentação da banda Páprika, descendo por uma ponte metálica.
  • A porta de entrada de cenários mede 3,40 x 7,60 de altura, permitindo a entrada de cenários e estruturas grandes. Ou pode ser mantida aberta, estendendo a área cênica, como em Louco de Amor de Hector Babenco.

  • · C U R R I C U L U M · R E S U M I D O ·


  • "THEATER DESIGN"
    Seminar by LINDA HARTINIAN - 1988

  • "COLEÇÃO ELLUS / INVERNO 88" - 1988

  • "EXERCÍCIO Nº 1"
    Dir.: BIA LESSA - 1988

  • "FOOL FOR LOVE - LOUCO DE AMOR"
    Dir.: HECTOR BABENCO
    Com EDSON CELULARI e XUXA LOPES - 1988

  • "BERTHOLD BRECHT"
    Seminar by GEORGE BENTLEY - 1988

  • "O MÁXIMO"
    Texto e Direção: HAMILTON VAZ PEREIRA
    Com PATRÍCIA PILAR, ARRIGO BARNABÉ - 1988/89

  • "A CENA DA ORIGEM"
    Texto: HAROLDO DE CAMPOS
    Dir.: BIA LESSA
    Com GIULIA GAM - 1989

  • "ITÁLIA VIVA"
    Espetáculos com DARIO FO, FRANCA RAME,
    MUSICA D'OGGI, MEDIA AETAS, BANDA OSIRIS - 1989

  • "DRAMATURGIA NORTE-AMERICANA"
    Seminar by GEORGE WHITE - 1989.

  • "VOCÊ VAI VER O QUE VOCÊ VAI VER"
    Dir.: GABRIEL VILELA
    Com ROSI CAMPOS, GERSON DE ABREU - 1990

  • "PANTALEÃO E AS VISITADORAS"
    Dir.: ULISSES CRUZ
    Com ANTONIO CALLONI e CASSIA KISS - 1990/91

  • "COLEÇÃO MÁRCIA PINHEIRO" - 1991

  • "STEAMING - NA SAUNA"
    Dir.: WOLF MAIA
    Com ISIS DE OLIVEIRA, SUZY REGO - 1991/92

  • "ROCK ON MARS"
    Shows acústicos com as bandas IRA, BOCA LIVRE,
    CELSO BLUES BOYS e LAURA FINOCCHIARO - 1992

  • "AS MIL E UMA NOITES"
    Dir.: KAREN ACIOLY
    Com VERA ZIMMERMAN, LUCIENE ADAMI - 1992

  • "PROMETEU ACORRENTADO"
    Dir.: RODRIGO MATHEUS - 1993

  • "TIETÊ MENINO"
    Dir.: ROBERTO LAGE - 1993

  • "CIRCUMANO"
    Dir.: CIRO BARCELOS - 1993

  • "GEORG TRAKL"
    Dir.: DARCY FIGUEIREDO - 1993

  • "O ALQUIMISTA"
    Dir.: WALCYR CARRASCO - 1993

  • "PROGRAMA DE AUDITÓRIO 89FM" - 1993
    Shows ao vivo das bandas ANGRA, VIPER, DE FALLA, IRA!, TITÃS

  • "PAULISTÂNIAS"
    BALLET STAGIUM - 1994

  • "HISTÓRIAS DE NOVA IORQUE"
    Dir.: ODAVLAS PETTI - 1994
    Com MAITÊ PROENÇA

  • "UMA NOITE E TANTO"
    Dir.: ROBERTO LAGE - 1995
    Com o grupo ACROBÁTICO FRATELLI

  • "MARY STUART de SCHILLER"
    Dir.: GABRIEL VILELA - 1996
    Com RENATA SORRAH e XUXA LOPES

  • "UM BONDE CHAMADO DESEJO"
    Dir.: KIKO JAESS - 1996

  • "COMO SE FOSSE UM CRIME"
    Dir.: DENOY de OLIVEIRA
    Com ESTER GÓES - 1997

  • "HAMLET"
    Dir.: ULYSSES CRUZ - 1998
    Com MARCO RICCA

  • "SHOPPING AND FUCKING"
    Dir.: MARCO RICCA
    Com SILVIA BUARQUE, RUBENS CARYBÉ - 1999

  • "BALÉ DA CIDADE DE SÃO PAULO"
    Coreografia: DEBORA COLKER - 2000

  • "ACÚSTICO - CAPITAL INICIAL"
    Gravação MTV - 2001

  • "ACÚSTICO - GUILHERME ARANTES"
    Gravação de DVD - 2001



  • < home